Fizemos um guia bem detalhado com ótimas dicas de como você pode começar a ler quadrinhos. Leia mais!

Se você leu a pergunta no título desse artigo deve ter pensado automaticamente:

  • Ora, pela primeira página. Como mais seria?

Mas não é tão simples assim. Se por um lado a infinidade de títulos que são lançados o tempo todo pelas editoras brasileiras é algo positivo por oferecer diversões opções de títulos, por outro ela pode assustar aqueles que têm interesse em ingressar nesse mundo, mas não sabem qual deles escolher.

Neste artigo, vamos dar dicas de como você pode começar a sua coleção e, mais importante, por onde pode começar. Você vai tomar tanto gosto pela leitura de balões de falar que, quando você menos esperar, já vai estar correndo atrás de uma das nossas excelentes estantes.

Então, arrume um espaço aí na sua casa para os seus novos quadrinhos, porque depois que você ler as nossas dicas, com certeza ficará mais fácil achar um gibi para você.

 

Por quais assuntos e personagens você se interessa?

Por mais simples que essa dica possa parecer, você tem que correr atrás de títulos pelos quais você se interesse. Não adianta nada comprar aquela graphic novel que tá sendo elogiada por todos se você simplesmente não se sente motivado a ler ela.

Sendo assim, é importante começar por algo que deixe você motivado a virar cada nova página. Com os personagens é mais fácil, muitos deles nós conhecemos desde pequenos: Homem-Aranha, Batman, Superman, Hulk, Conan… Muitos deles tiveram suas origens nas páginas das HQs ou passaram por elas em algum momento, basta ir atrás daquele que mais lhe agrada.

Também é importante levar seu gosto pessoal quando se fala do gênero ou da temática do gibi. Recentemente, em nosso país, houve um boom de quadrinhos inspirados em histórias reais, o que aproximou ainda mais pessoas dessa mídia. Mas também há títulos de fantasia, ficção científica, terror, romance e até alguns mais dramáticos. O cardápio é vasto e pode atender a todos os gostos.

 

Prefira histórias fechadas

Dá para entender por quem tem um certo receio de começar a ler gibis de super-heróis. Alguns personagens são publicados há várias décadas de forma ininterrupta com histórias fazendo referências a edições antigas. Como começar a lê-los sem se assustar com essa bagagem de centenas de edições?

É por isso que existem os encadernados e as graphic novels. Muitas pessoas podem confundir, mas não, eles não são a mesma coisa.

Os encadernados são compilações, geralmente em capa dura, de várias edições de um mesmo arco narrativo. Normalmente eles são focados em fases específicas de cada personagem ou em grandes eventos, como Guerra Civil ou A Noite Mais Densa. Também é bastante comum que as editoras façam resumos para situar o leitor a respeito do que ele vai ler.

Já as graphic novels são histórias fechadas fora da cronologia tradicional das editoras. Cavaleiro das Trevas, do Frank Miller, por exemplo, é uma graphic novels. Mas é claro que não só histórias de super-heróis que podem receber esse título.

Sim, você pode começar a ler quadrinhos pelas revistas mensais, mas há a chance de você pegar uma história pela metade. Aí para entender, só correndo atrás das edições anteriores.

E os quadrinhos antigos?

Para a alegria dos leitores, as editoras vêm publicando HQs com bastante frequência. São verdadeiros resgates de histórias que estavam fora de catálogo há décadas. São títulos dos anos 70, 60, 50 ou até mesmo de antes.

Mas para quem não está habituado à mídia, algumas dessas histórias podem soar datadas e estranhas. O recomendado é que você comece por algo mais contemporâneo para só então partir para uma viagem no tempo.

Para os leitores menos acostumados, o excesso de diálogos e traços da época podem parecer datados ou até mesmo estranhos.

 

 

Com essas dicas de ouro esperamos que o seu gosto pelos quadrinhos cresça a cada nova leitura. É um mundo rico, repleto de personagens e histórias fascinantes. Boa leitura! 

E se precisar de um lugar para colocar sua coleção, não se esqueça que você sempre pode contar com as estantes da Evolukit. Elas são perfeitas para coleções de qualquer tamanho!